Maria Vilani (CAPS do Grajaú)

Maria Vilani nasceu no Ceará em 1950. Mora em São Paulo, Grajaú, há mais de 40 anos. Graduada em Filosofia e Pedagogia, pós-graduada em Filosofia Clínica e em Língua, Literatura e Semiótica, atualmente cursando Pós-Graduação em Psicopedagogia Clínica e Institucional, professora licenciada em Filosofia e habilitada em História e Psicologia.Autora dos livros: Cinco contos sem desconto e de quebra dois poemas (1991), O Reino de Roselândia (1998), Varal (2012) e Penteando a Vida (2016).

Idealizadora e realizadora dos projetos: Escutando e Orientando; MOCAP – Movimento pela Cidadania Artística da Periferia, Inventando Estórias, Fórum de Cultura do Grajaú e CAPS – Centro de Arte e Promoção Social, este com várias atividades culturais há mais de vinte e cinco anos. O CAPS – Centro de Arte e Promoção Social do Grajaú é uma organização constituída por representantes da sociedade civil, todos voluntários, tendo como missão a promoção do ser humano.