News

Patrocinadora da SIM 2018, Oi investe em cultura e inovação para o futuro





Promover conexões nacionais e internacionais e apostar em projetos inovadores na música são alguns dos motes da Semana Internacional de Música de São Paulo. Há seis anos, a SIM São Paulo se cerca de parceiros que compartilham a visão de que a música é um ecossistema importante para o desenvolvimento da sociedade.

Patrocinadora da sexta edição da SIM São Paulo, que acontece entre os dias 5 e 9 de dezembro de 2018, a Oi atua como um catalisador criativo, impulsionando pessoas através das artes, estimulando a cocriação e promovendo o acesso à cultura na era digital, por meio de seu instituto de inovação e criatividade, o Oi Futuro.

A Oi assina um dos pontos mais disputados do evento: o Jardim Suspenso. Ali vai estar montando o Espaço Oi LabSonica para receber coquetéis de relacionamento e reuniões para credenciados além de shows, feira gastronômica e outras atividades gratuitas e abertas ao público em geral.

Na quinta, 6/12, logo pela manhã, às 11h, novas bandas britânicas são apresentadas no Pitch breakfastUK; às 14h30, o local recebe uma confraternização da comitiva do Canadá-Quebec com shows de Afrotronix, La Bronze e Barry Paquin Roberge. Os novos sons portugueses chegam com Filho da Mãe, Lavoisier e Surma no coquetel MIL - Portugal, às 16h30. O dia termina com showcase da artista britânica Tawiah, às 18h40.

Na sexta, 7/12, a manhã também é dedicada a novos talentos com o Pitch breakfast Brasil, às 11h, com bandas brasileiras selecionadas pelo blog Tenho Mais Discos Que Amigos entre as inscritas para participar da SIM 2018. Às 14h30, rola o badalado aussie barbecue do Sounds Australia, com shows de Deep Sea Arcade, Jess Cornelius and Alexander Biggs. Ainda há o coquetel de lançamento do Porto Dragão Sessions com Soledad, Ilya e Astronauta Marinho, às 16h30. A banda italiana Kalàscima, da região de Puglia, encerra a programação com showcase às 18h40.

No sábado, 8/12, o espaço abriga a performance de Larissa Conforto e um bate-papo entre produtoras musicais envolvidas na Coletânea SÊLA, às 11h. Um coquetel da Argentina destaca a produção feminina da região com shows de Fèmina, Sol Alac e Sofia Viola às 14h30. O Amazonas faz uma mostra de sua fértil cena, a partir das 16h30, com Alaíde Negão, Anne Jezini, Vitor Xamã e Márcia Novo.

A presença da Oi e do Oi Futuro na SIM São Paulo não para por aí.

No dia 7/12, às 14h, a Sala de Debate recebe mesa contando sobre um pouco do trabalho do Oi Futuro com a aceleradora Rizoma. No mesmo dia, às 15h, o painel Uma transformação em andamento: redes internacionais de mulheres da música apresenta o Programa ASA (Arte Sônica Amplificada)", iniciativa da Oi Futuro e do British Council, em parceria com as instituições britânicas Lighthouse e Shesaid.so que visa impulsionar a arte sonora feita por mulheres e aumentar a atuação feminina em toda a cadeia criativa da música. Na primeira edição em 2018, foram selecionadas 50 mulheres do estado do Rio de Janeiro, que ganharam apoio no desenvolvimento de suas carreiras e habilidades a partir da investigação das potencialidades do som e da tecnologia criativa.

No dia 8/12, a Oi comanda a mesa: Conheça melhor o Oi Futuro e seus incríveis projetos do ano: LabSonica, ASA, Programa Pontes e Patrocínios a cadeia produtiva da música com participação de Victor D'Almeida (Oi Futuro) e de representantes de projetos apoiados pela Oi Futuro: Carlos Albuquerque (jornalista, Festival Ultrasonidos/RJ), Reneé Chalu (Festival Se Rasgum/PA), Camila Garófalo (SÊLA/SP), Larissa Conforto (artista), Rodrigo Garcia (Selo Porangareté/RJ). A mediação fica por conta de Anderson Foca (Festival DoSol/RN).


Sobre O Oi Futuro

O Oi Futuro, instituto de inovação e criatividade da Oi, promove ações de Educação, Cultura, Inovação Social e Esporte para melhorar a vida das pessoas e transformar a sociedade. O instituto impulsiona iniciativas colaborativas e inovadoras, fomenta experimentações e estimula conexões que potencializam o desenvolvimento pessoal e coletivo.

Na Educação, o Oi Futuro investe em novas formas de aprender e ensinar com o NAVE (Núcleo Avançado em Educação), que forma jovens para as economias digital e criativa, com foco na produção de games, aplicativos e produtos audiovisuais. Desenvolvido em parceria com as Secretarias de Estado de Educação do Rio de Janeiro e Pernambuco, o programa oferece ensino médio integrado e já formou mais de 2 mil jovens em 12 anos de atuação. Os estudantes do NAVE são incentivados a desenvolver o espírito empreendedor e a estabelecer suas primeiras conexões profissionais no mercado de inovação e tecnologia. Nas escolas do programa, educadores e estudantes elaboram e testam novas metodologias e práticas pedagógicas que possam ser compartilhadas com outras escolas da rede pública e outros contextos educacionais.

Na Cultura, o instituto é um catalisador criativo, impulsionando pessoas através das artes, estimulando a cocriação e promovendo o acesso à cultura na era digital. O Oi Futuro mantém um centro cultural no Rio de Janeiro, com uma programação que valoriza a produção de vanguarda e a convergência entre arte contemporânea e tecnologia, e realiza o Programa Oi de Patrocínios Culturais Incentivados, que seleciona projetos em todas as regiões do país por meio de edital público. O Instituto também tem o Museu das Telecomunicações, pioneiro no uso da interatividade no Brasil, e o LabSonica, laboratório de experimentação sonora e musical. Também no Rio, o Oi Futuro mantém a Oi Kabum!, escola de arte e tecnologia onde está abrigado o Lab.IU, Laboratório de Intervenção Urbana.

Na Inovação Social, o Oi Futuro lançou o Labora, laboratório de soluções singulares e de impacto para as cidades e a gestão cultural. O Labora é um ambiente de conexão, aprendizagem e criação para organizações e empreendedores comprometidos com a transformação de impacto, e oferece programas de incubação e aceleração para projetos e negócios de impacto social. O Oi Futuro também aposta em projetos esportivos que conectem pessoas e promovam a inclusão e a cidadania.

Numa confluência entre as áreas de Cultura e Inovação Social, nasceu o Lab Oi Futuro, espaço de criação, experimentação e colaboração idealizado para impulsionar criadores de diversas áreas e startups de impacto social de todo o Brasil, selecionados por editais públicos. Com mais de 500m², o laboratório abriga o LabSonica e o Labora e oferece  estrutura física e suporte técnico necessários para que seus participantes viabilizem seus projetos em um ambiente que estimula a produção colaborativa, a formação de redes e a inovação.

  • contato
PRODUÇÃO / PRODUCTION
INFO@SIMSAOPAULO.COM
ASSESSORIA DE IMPRENSA/PR
PRESS@SIMSAOPAULO.COM