News

Conheça as principais feiras de música do mundo





O que você busca em um encontro de música? Conferências reúnem profissionais, empresas, artistas e apaixonados por todos os aspectos que envolvem a indústria musical e são ótimas oportunidades de conhecer novas pessoas, fechar negócios e aprender mais sobre um universo que está em constante mudança. 

Além do aspecto de negócios, muitas feiras e conferências têm também como propósito a discussão de propostas transformadoras para a sociedade. Eventos neste formato, que juntam criativos, estudiosos, inovadores e empreendedores, questionam valores tradicionais e incentivam o surgimento de novas ideias. Dessa forma, acabam se tornando importantes ferramentas contra as barreiras econômicas, religiosas, raciais ou culturais ainda impostas em várias partes do mundo, principalmente em regiões de conflito ou grande desigualdade social.

Em dezembro, a SIM São Paulo levanta suas bandeiras e fecha o calendário mundial de feiras e conferências. Representantes de eventos do mundo todo se encontram aqui. E vale a pena ficar ligado no calendário de tudo o que acontece durante o ano.

Este mapa traz uma lista (quase) completa de music conventions espalhadas pelo mundo. Conhece alguma feira que não está nessa lista? Conta pra gente! 


Separamos uma lista das feiras e conferências que já participamos e indicamos!

_JANEIRO


ISPA Congress
Nova York, USA 

International Society for the Performing Arts é uma rede internacional sem fins lucrativos que envolve mais de 400 de profissionais, organizações e instituições de artes performáticas de mais de 50 países de todo o mundo. Duas vezes por ano, os Congressos da ISPA reúnem seus associados para debater novas tendências de mercado, fortalecer relacionamentos e promover intercâmbios. Em janeiro, o tradicional primeiro encontro acontece em Nova York; o segundo é em uma cidade diferente a cada ano. Em 2019, foi em Guadalajara, no México, integrando a programação da FIMPRO. As cidades que receberão o evento nos próximos dois anos são Taipei, em Taiwan (2020) e Reykjavik, na Islândia (2021). 


Folk Alliance International
Nova Orleans, USA 

Realizada pela organização de mesmo nome, a conferência reúne a comunidade global de música folclórica no berço do jazz. Um dos maiores encontro do mundo da indústria da música folk, traz atrações e profissionais de todo o mundo de uma gama diversificada de gêneros de raiz como blues, bluegrass, música celta, indígenas, latina e outros estilos tradicionais, além de apresentações de cantautores e spoken word. Também acontece em outras cidades do mundo.


_FEVEREIRO


ONGEA
Nairobi, Quênia

Reúne profissionais de países como África do Sul, Uganda, Etiópia e Alemanha, entre outros da África e Europa. São cerca de 1.000 pessoas circulando por dia entre painéis e debates que abordam temas relevantes à cena local e aos jovens músicos participantes, além de expositores do mercado e showcases da emergente cena africana. 


Porto Musical 
Recife, PE 

Pioneira feira pernambucana, desde 2005 promove encontros bienais entre profissionais da indústria brasileira e internacional com foco na riquíssima produção brasileira e de world music. Realizado no período que antecede o Carnaval, o evento ocupa a Praça do Arsenal com shows abertos ao público e reúne profissionais de todo o mundo para participar de debates, reuniões e outras atividades de conexão e negócios. 


Feira da Música
Fortaleza, CE

Com 18 anos de trajetória, a tradicional feira cearense acontece durante 4 dias no Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura com foco nas interações entre música e tecnologia. Além da programação de shows, rodas de conversas, pitchings, palestras, encontros setoriais, promove uma maratona para desenvolvimento de empreendimentos e ferramentas tecnológicas para a música. 


_MARÇO


SXSW 
Austin, USA

O South By Southwest é um dos principais eventos a inspirar profissionais inovadores. Começou em 1987 na cidade de Austin, Texas (USA) como uma semana de música e, ao longo do tempo, tornou-se a maior feira de criatividade e inovação do mundo, acrescentando cinema, games, educação e tecnologia em sua programação. 


WME (Women's Music Event)
São Paulo, SP 

O objetivo do evento é aumentar o protagonismo feminino no mercado musical e, para isso, propõe uma programação formada apenas por mulheres. Profissionais, artistas, produtoras, jornalistas e demais agentes da cadeia produtiva se encontram no WME em março. 


MIL - Lisbon International Music Network
Lisboa, Portugal 

Fique atento! O MIL é o novo evento do mercado da música de Lisboa e um dos principais pontos de entrada para o mercado europeu. A feira é forte em juntar profissionais e artistas de toda a Europa e de países que falam português. A presença brasileira se faz mais importante a cada ano e a SIM é parceira do MIL desde sua primeira edição em 2017.


_ABRIL


Palestine Music Expo (PMX)
Ramala, Palestina

O PMX, que realizou a terceira edição em 2019, faz com que artistas palestinos ganhem visibilidade no mercado da música internacional. O evento aborda questões de direitos de mobilidade ao levar delegados internacionais à região e em tours pelos contornos da Cisjordânia e campos de refugiados. Músicos cujos direitos são restritos dialogam com delegados de todas as partes do planeta e ensinam sobre o que é ser artista em uma zona de conflito.


Atlantic Music Expo
Praia, Cabo Verde

Com conferências, reuniões de networking, rodadas de negócio e programação de showcases diurnos e noturnos, a AME se apresenta como uma plataforma de intercâmbios culturais transatlânticos. Realizada na ilha de Cabo Verde, em suas seis edições conectou profissionais de todo o mundo com o melhor da nova música africana.


Jazzahead!
Bremen, Alemanha 

O Jazzahead!, como o próprio nome sugere, é um encontro da cena internacional de jazz. Desde sua primeira edição, em 2006, o evento enriqueceu a cultura regional e nacional com sua diversidade de estilos de jazz, com a feira internacional e a mostra de cinema sobre o estilo, que integra a programação.


c /o pop 
Colônia, Alemanha 

Com foco em setores como indústria da publicidade e economia digital, o c /o pop Festival alia programação de shows com painéis, keynotes, workshops e treinamentos, mirando em soluções práticas para o futuro.


_MAIO 


Rio2C
Rio de Janeiro, RJ

Antigo Rio Content Market, focado na indústria do audiovisual, há dois anos abriu espaço para o mercado da música e se tornou o Rio2C. Dentro do recorte de criatividade e novos negócios há a programação do Festivalia, onde o público tem acesso a shows exclusivos, além de oficinas e painéis. 


Canadian Music Week
Toronto, Canadá

Em sua 37ª edição, a Semana de Música do Canadá é um dos maiores eventos voltados ao music business da América do Norte. Em sua programação, que dura sete dias, estão painéis, workshops e debates, participação de veteranos da indústria, além de apresentações de centenas de bandas em mais de 30 casas de show no centro de Toronto. 


Classical: NEXT
Rotterdam, Holanda

A Classical: NEXT é uma feira a cena global de música erudita. Mais do que reforçar a tradição, ela aponta caminhos inovadores com foco tanto no aspecto comercial quanto criativo do setor.


Primavera Pro
Barcelona, Espanha 

Um dos mais legais festivais do mundo, o Primavera Sound, tem sua conferência anexa, o Primavera Pro, que recebe delegados internacionais há dez anos para discutir o mercado e o futuro da música. É considerado um dos grandes encontros profissionais da Europa. Além disso, o Pro também é porta de entrada para grupos emergentes do mundo todo conquistarem uma vaga no Festival. 


Formemus
Vitória, ES 

Novo encontro entre músicos, produtores, jornalistas, professores, radialistas e empresários do ramo musical e da cultura em geral do estado do Espírito Santo e do Brasil, onde são abordados temas relevantes às constantes transformações do cenário musical. 


The Great Escape
Brighton, UK

Um dos grandes encontros de nova música na Europa e provavelmente o maior do UK, o The Great Escape acontece desde 2006 e seu foco é expor tendências musicais. Todo ano, os participantes têm acesso a mais de 500 artistas emergentes de todo o mundo em mais de 30 espaços da cidade.


FIMPRO
Guadalajara, Mexico

A Feria Internacional de la Música (FIMPRO) é a maior conferência do México e uma das maiores da América Latina. O evento conecta artistas e profissionais de todo o continente latino-americano, sempre com algum país não-latino convidado.


_JUNHO 


AMPM 
Havana, Cuba 

Mais uma plataforma de encontro para profissionais da música na América Latina, a América pela sua Música (AMPM) também visa promover e integrar a música do continente com outras regiões do planeta que se interessaram pela produção daqui. 


Midem
Cannes, França 

Um das mais antigas feiras de negócios da música do mundo (fundada em 1967) também já foi uma das maiores durante os anos 80 e 90. Hoje o Midem continua sendo um dos principais pontos de encontro para a indústria fonográfica e vem investindo mais em conteúdo sobre tecnologia a cada ano. Fundamental para selos, gravadoras, editoras, plataformas de streaming e afins.


FIMS 
Curitiba, Paraná 

O Brasil é um país imenso e possui cultura muito diversificada. Encontros regionais contemplam realidades específicas de cada local, como o caso da FIMS, que visa dar visibilidade para a cena da região Sul e incentivar conexões diversas com o resto do país.


MEDIMEX
Taranto/Púglia, Itália 

Desde 2011, realizado pelo Puglia Sounds, é o evento de referência para o mercado musical italiano que quer se conectar com o cenário internacional. Durante quatro dias, as atividades profissionalizantes propostas visam o desenvolvimento da cena local e a criação de redes artísticas e comerciais entre Itália e o resto do mundo. Dentro da MEDIMEX, há também um festival com grandes nomes internacionais. 


_JULHO


Mapas
Tenerife/Ilhas Canárias, Espanha

A feira acontece em Tenerife, Ilhas Canárias, há três anos e está se firmando como ponto de encontro para profissionais do espetáculo do sul da Europa, América Latina e África. Artistas e responsáveis por eventos ligados a música, teatro, dança, circo e artes de rua se reúnem na ilha espanhola para rodadas de negócio e uma programação que, em 2019, vai reunir durante cinco dias 166 artistas, empresas e agências de cerca de 40 países. 


_AGOSTO 


CoMA
Brasília, DF

Mix de festival e conferência, o CoMA – Convenção de Música e Arte, foi lançado em 2017 em Brasília e segue tendência dos principais polos culturais mundo afora. Apesar do pouco tempo de existência, o evento se afirmou como um dos mais interessantes da capital do país, principalmente pela forte programação artística e a estrutura de grande festival.


_SETEMBRO


Mercat de Música Viva de Vic (MMVV)
Vic, Catalunha, Espanha

Um dos eventos mais importantes da música da Espanha. Com mais de 30 anos de história, o foco da feira é tornar a música da Catalunha conhecida pelos delegados internacionais. A programação também inclui grupos de outras regiões da Espanha, Europa e América Latina, além de contemplar sons tradicionais e contemporâneos. Os shows acontecem tanto na praça central de Vic, cidade ao norte de Barcelona, ​​como em vários pequenos fóruns e no moderno complexo Atlántida.


Reeperbahn Festival
Hamburgo, Alemanha 

Um dos maiores encontros de música da Europa, com mais de 40 mil visitantes e 900 shows a cada edição. O nome vem da rua homônima, localizada na zona boêmia da cidade, onde as apresentações são espalhadas em mais de 70 palcos ao redor da área. Apesar da pouca presença brasileira, vale ressaltar o ecletismo do line-up, que conta com artistas dos mais diferentes gêneros musicais, de várias regiões do planeta. 


Música Mundo
Belo Horizonte, MG

O Música Mundo é um encontro internacional para profissionais da música que envolve rodada de negócios, meets ups e diversas oportunidades de diálogo entre artistas, produtores e convidados nacionais e internacionais. Também são destaque da programação os showcases focada em world music, movimentando a cena local e trazendo artistas de outras partes do Brasil e do mundo.


Imesur 
Santiago, Chile 

A Imesur é uma feira de música que acontece todos os anos no Chile e, a cada edição, homenageia e dá foco a um país latino-americano. Em 2019 é a vez do México, que tem sua circulação e produção musical em destaque. No geral, a feira tem como objetivo estreitar elos entre músicos, agências, gerentes e produtores do cone sul com o país de foco de cada ano para permitir melhor entendimento das necessidades da indústria local e encontrar potenciais aliados na região.


Pop Montreal
Montreal, Canadá 

Lançado por amigos e colegas em 2002, o POP Montreal tornou-se atração permanente no mapa dos festivais de Montreal e no circuito musical internacional. A cada ano, o evento de cinco dias apresenta mais de 400 artistas para audiências de mais de 60 mil pessoas. Este ano, para celebrar seus 18 anos, já confirmou atrações como Laurie Anderson, Tirzah, Aldous Harding, Kokoko! e o coletivo paulista Teto Preto. 


BOmm
Bogotá, Colômbia 

O Bogotá Music Market (BOmm) é uma plataforma de promoção e circulação organizada pela Câmara de Comércio de Bogotá, como parte de seu programa de apoio às indústrias criativas e culturais. O foco é promover a música nacional; sendo assim, a feira oferece oportunidades para que os músicos colombianos apresentem suas produções e composições a marcas, editoras e festivais nacionais e internacionais.


_OUTUBRO


Amsterdam Dance Event (ADE) 
Amsterdã, Holanda 

Evento reconhecido como o ponto de encontro global para a indústria criativa em torno da música eletrônica. O ADE é um dos maiores eventos do mundo e consiste em um programa ADE by Day (conferência e festival) e outro ADE by Night (festival), com mais de 1000 eventos em quase 200 locais, o que faz com que a  cidade de Amsterdã respire música eletrônica por cinco dias e noites.


Womex
Tampere, Finlândia 

Evento itinerante, onde mais de três mil profissionais e 300 artistas de 90 países se encontram para discutir o mercado global, Um dos principais eventos de world music do mundo, abrange todos os gêneros, desde o underground até a música clássica. A estrutura da feira também impressiona: são sete palcos, mais de 700 empresas envolvidas, 100 palestrantes, filmes e cerimônias.


MaMA Festival & Convention 
Paris, França

Só em 2018, o MaMA reuniu quase seis mil profissionais da música, organizou 150 shows e 150 painéis, debates e mesas de discussão - tudo isso em três dias de evento. Com o evento, a França abre suas portas para os interessados do mundo todo em expandir os horizontes, fazer contatos e negócios em todos os setores da música. MaMA acontece na parte boêmia de Paris, em Pigalle and Montmartre.


Oslo World 
Oslo, Noruega 

Oslo World apresenta um olhar global para a cena de música atual, com um foco especial em músicas da África, América Latina, Ásia e Oriente Médio. A tarefa do festival não mudou desde seu início, em 1994: levar o mundo a Oslo e Oslo para o mundo.


_NOVEMBRO


BIME
Bilbao, Espanha 

Festivais não são apenas para o verão, como demonstra o BIME, que já se firmou como um festival de outono na Europa. Desde seu início, em 2013, os shows acontecem no Bilbao Exhibition Center, e pela programação já passaram bandas como Imagine Dragons, The Chemical Brothers, PJ Harvey, Suede, The National, entre outros. Além dos shows, a BIME PRO é dirigida à indústria musical e digital que explora as novas vias de ingresso e colaboração por meio de novas tecnologias. 


Festival Febre
Sorocaba, SP 

O Febre é um evento de música que visa movimentar a cidade de Sorocaba, no interior de São Paulo, com artistas interessantes que circulam pelas capitais do país, além de valorizar a própria cena autoral. O Festival acontece em 3 dias e tem um formato de ocupação, com apresentações distribuídas em palcos diferentes, além dos encontros e atividades formativas.


Circulart
Medellín, Colômbia 

Imagine as mais diferentes expressões latino americanas em um só lugar? Estamos falando do evento que busca unir artistas, produtores, agentes, professores, jornalistas, empreendedores e diferentes profissionais para discutir o mercado em duas áreas de convergência: cultura e negócios. O evento completa 10 anos com mais de 1500 pessoas, representando 20 países, com programação de 30 painéis e 35 shows.


Indie Week
Toronto, Canadá

Indie Week é um festival de artistas emergentes no Canadá, com cinco dias e noites de música. Acontece no centro de Toronto, onde artistas são convidados a participar da conferência Indie 101 com painéis, mentorias, reuniões B2B, audições, etc.


VISA for music
Rabat, Marrocos 

O projeto nasce de um paradoxo: por um lado, a falta de visibilidade de artistas da África e do Oriente Médio no mercado internacional. Por outro, a presença de um dinamismo artístico e uma criação musical extremamente rica. Portanto, o foco da VISA é promover música da África e do Oriente Médio ao redor do mundo. 


M for Montreal 
Montreal, Canadá 

M for Montreal é uma conferência de música e festival que acontece todo novembro e mostra cerca de 100 bandas locais e internacionais em ascensão em mais de 15 lugares pela cidade. Desde 2006 a missão da feira é ser o ponto de encontro para profissionais da indústria e artistas de todo o mundo, gerando oportunidades para suas carreiras crescerem. 


_DEZEMBRO


Trans Musicales
Rennes, França 

O Trans Musicales, que acontece desde 1979, tomou uma dimensão regional, nacional, europeia e, atualmente, internacional. A filosofia do festival é concretizada pelo trabalho explorador, estimulando a descoberta de novos movimentos musicais e destacando jovens artistas.


SIM São Paulo
São Paulo, SP 

A Semana Internacional de Música de São Paulo encerra o calendário de feiras do ano e é a maior da América Latina. Os temas abordados no evento têm o novo mercado da música como foco e colocam em evidência e discussão novas ideias e conceitos que estão transformando o cenário mundial, além de capacitar e conectar pessoas. São cerca de 3.500 delegados, 90 painéis, mais de 400 shows e 40.000 pessoas circulando por 5 dias de evento.

  • contato
PRODUÇÃO / PRODUCTION
INFO@SIMSAOPAULO.COM
ASSESSORIA DE IMPRENSA/PR
PRESS@SIMSAOPAULO.COM