News

Carandina: ”seu trabalho mobilizar multidões, é muito gratificante”





Por Mariana Junqueira

O nono capítulo da série #BehindTheSIM, que conta a história dos profissionais envolvidos na Semana Internacional de Música de São Paulo, entrevista Tiago Carandina, diretor de palco dos disputados showcases que rolam no Jardim Suspenso da SIM São Paulo.

O Jardim Suspenso do Centro Cultural São Paulo se transforma em espaço de encontros durante a SIM São Paulo. É nesse ambiente que acontecem os disputados coquetéis de networking promovidos por parceiros nacionais e internacionais. O responsável por fazer tudo fluir bem no palco, que recebe atrações de todos os cantos do Brasil e do mundo em apresentações de 20 minutos, é Tiago Carandina. Produtor com 18 anos de experiência, ele comenta sobre a experiência: “A multiplicidade de sons e culturas no mesmo palco, em tão pouco tempo, beira o inacreditável. É um trabalho que considero educativo, pois sempre aprendo mais do que entrego.” 

Ele flertava com a SIM já fazia algum tempo, mas não conseguia conciliar a agenda para participar da equipe. Foi só no ano passado que entrou para o time e diz que ficou extremamente contente quando foi convidado a assumir a direção de palco do Jardim Suspenso. “A música me move. Sou apaixonado por música desde a infância e me considero uma pessoa de sorte por trabalhar com o que gosto”, revela o Tiago, hoje responsável pela produção técnica e artística do Blue Note São Paulo e com passagens por casas de grande e médio porte em São Paulo, como Via Funchal, Credicard Hall Citibank Hall, Clash Club, Audio Club entre outros, além de festivais como Rock in Rio, Tomorrowland, Planeta Terra, Lollapalooza, Porão do Rock, Goiânia Noise, entre outros.

“Minha história neste ramo se cruza bastante com a da Fabiana Batistela. Iniciamos mais ou menos na mesma época e tivemos muito contato, trabalhamos juntos diversas vezes”, conta o produtor que foi parceiro da diretora da SIM na realização de vários shows como a vinda da banda grunge americana Mudhoney. Tiago coleciona histórias, mas não esquece do primeiro grande show que produziu com a lendária banda de rock MC5. “Quando você vê o resultado do seu trabalho mobilizar multidões, é muito gratificante”, orgulha-se. 

Carandina acredita ainda que é importante estar atento aos avanços tecnológicos e informado sobre a parte técnica para fazer uma boa entrega. Ele afirma que o que é feito por aqui está alinhado com o que existe de melhor no mundo e destaca a evolução técnica do Brasil na produção de shows desde o início dos anos 2000: “Em termos técnicos e em equipamentos, estamos alinhados com o que existe de melhor no mundo. Hoje acredito ser necessário estar atento aos avanços tecnológicos e sempre se manter informado sobre a parte técnica pra sempre fazer uma boa entrega. Trabalhei algumas vezes na Argentina e Chile, em produções de shows menores. Acredito que estamos à frente em termos de organização de produção e também na área técnica”.

 

LEIA MAIS:

FABOX: "VEJO OPORTUNIDADES PARA TODOS OS LADOS"

MANOELA WRIGHT: "SOU PRIVILEGIADA POR FAZER PARTE DA SIM"

LETZ SPINDOLA: "EXISTE A URGÊNCIA DE OCUPAR A CIDADE COM ARTE"

NINA BAMBERG: "A MÚSICA UNE E COMUNICA COM AS PESSOAS COMO NADA NO MUNDO"

  • contato
PRODUÇÃO / PRODUCTION
INFO@SIMSAOPAULO.COM
ASSESSORIA DE IMPRENSA/PR
PRESS@SIMSAOPAULO.COM