MINISTÉRIO DA CIDADANIA E MASTERCARD APRESENTAM

News

Patrocinadora da SIM 2019, Oi investe em cultura e lança aceleradora LabSonica





A Semana Internacional de Música de São Paulo tem por objetivo promover o encontro dos profissionais do mercado da música, vindos de diferentes lugares do Brasil e do mundo, para estabelecer conexões, debater ideias e incentivar projetos inovadores. E pelo segundo ano consecutivo, a SIM São Paulo conta com o patrocínio da Oi e apoio do Oi Futuro.
 
A Oi atua como um catalisador criativo, impulsionando pessoas através das artes, estimulando a cocriação e promovendo o acesso à cultura na era digital, por meio de seu instituto de inovação e criatividade, o Oi Futuro. Uma das salas da SIM recebe o nome de Sala Oi LabSonica, onde produtores, artistas, jornalistas e outros profissionais discutem tendências e novidades da indústria da música. 
 
Além de assinar o nome da sala, representantes da Oi e do Oi Futuro participam de painéis ao longo da conferência e também estão presentes na banca do pitch de festivais brasileiros, no dia 06/12 (sexta-feira). O Oi Futuro está na programação apresentando resultados do Programa ASA (Arte Sônica Amplificada), que fomenta a atuação das mulheres no ecossistema da música, e lançando a Aceleradora LabSonica, que vai selecionar artistas de todo o Brasil em 2020 para receberem mentorias para desenvolvimento de carreira.
 
Programação
Luciana Adão (coordenadora de patrocínios culturais incentivados do Oi Futuro) participa do debate sobre a inovação através de tecnologias e práticas emergentes, abordando o Programa ASA no dia 05/12 (quinta-feira), às 16h, na Sala Oi LabSonica. Projeto do Oi Futuro com o British Council, em parceria com as instituições britânicas Lighthouse e Shesaid.so, capacita profissionais femininas através de mentorias, workshops e formações, aumentando assim sua atuação no mercado musical. Por isso, está indicado ao Prêmio SIM 2019 na categoria Projeto do Ano. Ao lado de Luciana Adão, o painel ainda tem Andreea Migdalina (Shesaid.so/UK), Emily Kyriakides (Lighthouse/UK), Lone Taxidermist (Artista/UK), Amelia Kallman (Artista/UK) e Cristina Becker (British Council/RJ).
 
No dia seguinte, sexta-feira, às 14h, na Sala de Debate, Zélia Peixoto, produtora cultural do Oi Futuro, media conversa com participantes do ASA. Julie Sousa, Cris Campos, Angélica Duarte, Patricia Rodrigues e Julia Ricciardi, Taz Mureb, Maria Clara Coelho, Belle Nascimento, Laura Canabrava, Érica Alves, Fernanda Lemos compartilham experiências e projetos desenvolvidos no programa e impacto em suas carreiras.
 
Ainda no dia 06/12, às 18h, na Sala Oi LabSônica, Zélia Peixoto também media a mesa sobre cases de iniciativas gatilhos que agitam uma cena: começaram em um grupo pequeno e criaram um novo movimento cultural, transformam uma cena ou a identidade de uma cidade. Participam Daniel Jesi (#30dias30beats/PB), Glenn Dickie (Sounds Australia/ Austrália), Yuliana Osorno (Ruta N/ Colômbia), Gonçalo Riscado (MIL, Jump!/ Portugal), Merlijn Poolman (Nightcouncil de Groningen/ Holanda), Natalia Cunha (Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo/ SP).
 
Na Sala Jardel Filho, no dia 6/12, às 17h, Roberto Guimarães (gerente executivo de cultura do Oi Futuro) discute sobre como marcas e grandes empresas usam o potencial artístico e de comunicação da cena musical para contribuir com a construção de um futuro melhor. Ricardo Dias (AMBEV/ SP), Pedro Tourinho (MAP Brasil/SP), Silvia Camargho (Calvin Klein/ SP), Samantha Almeida (Ogilvy/ SP) e Carolina Teixeira (Doritos, Pepsico/SP) também participam do painel, que tem mediação de Coy Freitas (Consultor estratégico/SP).
 
No dia 07/12 (sábado), às 17h30, na Conecta Sympla, a profissionalização dos podcasts como meio de comunicação no Brasil é discutida por criadores de conteúdo com participação de Julie Sousa, do PodSIM. Criado na primeira edição do ASA, o PodSIM é a primeira central de podcasts produzidos e apresentados exclusivamente por mulheres no país. Sob mediação de Patrick Tor4 (Rádio Frei Caneca/ PE), Kellen Bonassoli (ABPod - Associação Brasileira de Podcasters/ SP), Fabio Silveira (FastForward/ RJ) e Isadora Almeida (Vamos Falar Sobre Música?/ SP) também participam.
 
No mesmo dia, às 18h, o Oi Futuro lança a Aceleradora LabSonica. Constança Scofield (Aceleradora LabSonica/RJ), Felipe Rodarte (Aceleradora LabSonica/RJ), Iuri Freiberger (Gramo Design Estratégico/SP), Yuri Chamusca (Oi Futuro/RJ) falam sobre o novo programa do Oi Futuro, que vai selecionar artistas de todo o Brasil para mentoria de carreira e residência artística nos estúdios LabSonica.
 
 
Sobre o Oi Futuro
 
O Oi Futuro, instituto de inovação e criatividade da Oi, atua como um laboratório para cocriação de projetos transformadores nas áreas de Educação, Cultura e Inovação Social. Por meio de iniciativas e parcerias em todo o Brasil, estimulamos o potencial dos indivíduos e das redes para a construção de um presente com mais inclusão e diversidade.
 
Na Educação, o Oi Futuro investe em novas formas de aprender e ensinar com o NAVE, programa que já formou mais de 2,5 mil jovens em 13 anos de atuação. Criado pelo Oi Futuro em parceria com as Secretarias de Estado de Educação do Rio de Janeiro e Pernambuco, o programa é desenvolvido em duas escolas públicas, no Rio e em Recife, na modalidade de Ensino Médio Integrado ao Profissional, com foco nas economias criativa e digital. As escolas funcionam como laboratórios de criação e experimentação de metodologias pedagógicas inovadoras, disseminadas por meio de cursos de formação oferecidos gratuitamente a educadores da rede pública, em áreas como Robótica e Midiaeducação, e de publicações digitais como o “E-NAVE - Guia de Práticas Pedagógicas Inovadoras”, que teve sua segunda edição lançada em 2019.
 
Na Cultura, o instituto mantém o Centro Cultural Oi Futuro, com uma programação que valoriza a produção de vanguarda e a convergência entre arte contemporânea e tecnologia e também abriga o Museu das Telecomunicações, pioneiro no uso da interatividade no Brasil e com um acervo de mais de 130 mil itens que contam a história do setor no país. O Oi Futuro gerencia há 16 anos o Programa Oi de Patrocínios Culturais Incentivados, que seleciona projetos em todas as regiões do país por meio de edital público. Desde 2003, foram mais de 2.500 projetos culturais apoiados pelo Oi Futuro, que beneficiaram milhões de espectadores. O instituto também criou e mantém o LabSonica, laboratório de experimentação sonora e musical, abrigado no Lab Oi Futuro, no Rio de Janeiro, e o Oi Kabum! Lab, que promove a formação de jovens de periferia no campo da arte e tecnologia e a curadoria de projetos de intervenção artística urbana.
 
Na Inovação Social, o Oi Futuro criou o Labora, laboratório dedicado à conexão e ao fortalecimento de empreendedores, negócios e organizações comprometidos com o impacto social. O Labora é um ambiente de aprendizagem, criação e articulação e oferece ciclos de aceleração para startups e organizações sociais selecionados por editais públicos, além de uma agenda contínua de workshops, cursos, seminários e palestras para o público em geral. Desde 2017, foram 50 negócios e organizações acelerados, com cerca de 340 empreendedores impactados diretamente.
 
Numa confluência entre as áreas de Cultura e Inovação Social, nasceu o Lab Oi Futuro, espaço de criação, experimentação e colaboração idealizado para impulsionar criadores de diversas áreas e startups de impacto social de todo o Brasil, selecionados por editais públicos. Com mais de 500m², o laboratório abriga o LabSonica e o Labora e oferece  estrutura física e suporte técnico necessários para que seus participantes viabilizem seus projetos em um ambiente que estimula a produção colaborativa, a formação de redes e a inovação.

 

  • contato
PRODUÇÃO / PRODUCTION
INFO@SIMSAOPAULO.COM
ASSESSORIA DE IMPRENSA/PR
PRESS@SIMSAOPAULO.COM